Marcia Sanches me escreve o seguinte: “Mari, tenho um quadro de desjuntor horroroso bem atrás da minha porta de entrada. Isso deixa minha sala feia. O que posso fazer para escondê-lo?” Marcia, Marcia. Abafa o caso. Minha mãe reclama há aaaaaaaaaaanos do mesmo problema. E até hoje ela não resolveu isso – mais por falta de vontade política do que por falta de ideias, é verdade. O tema merece um post. Quadro de disjuntor tem duas características básicas: 1. sempre é um troço horroroso. Por que os fabricantes não contratam o Herchcovitch para desenhar um quadro de disjuntor fashion? 2. quadro de disjuntor não pode ter obstruções. Precisa ser acessado facilmente, caso aconteça alguma emergência elétrica na sua casa. Ou seja, não rola escondê-lo com um quadro pesado, daqueles que só podem ser removidos pela equipe do Corpo de Bombeiros. Sabe o que você faz? Compra um panô. Existem panôs lindos, dos mais variados estilos: country, étnico, indiano, floral. A diferença entre o panô e qualquer outro pano (sem acento no “o”), é que o panô é mais encorpado e tem um varão ou ganchos para ser pendurado. Caso você não encontre um pronto, mande fazer. Meus favoritos são os de patchwork, como esse da foto (Patchwork Pottery). Algumas pessoas alertam para o perigo do panô pegar fogo, caso haja um curto circuito no quadro de luz. Pode acontecer, sim. É por isso que no meu apê troquei o quadro antigo por um novo, com portinha 100% isolante. Se acontecer algo dentro do quadro, as faíscas não chegam ao lado de fora. Espero que seu quadro seja assim também, desses mais modernos. Só tome o cuidado de escolher um desenho discreto, uma vez que o panô ficará num lugar ingratíssimo: atrás da porta. Alguém aí tem uma ideia melhor?

Olha o detalhe…

Procurando panôs, encontrei essa máquina de costura da Hello Kitty. Vou ficar com febre se eu não ganhar uma igual…



Mari Mari adora a expressão “vontade política”